Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
domingo, 18-02-2018
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Leitura sem fronteiras – Programa de Promoção da Leitura

Leitura sem fronteiras – Programa de Promoção da Leitura

O Programa Leitura sem Fronteiras resulta de uma parceria entre a DGLAB e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, e pretende alargar a leitura a espaços não convencionais. No âmbito deste acordo, estabelecido em 1998, são desenvolvidas várias iniciativas:

  • oferta de livros para as bibliotecas dos Estabelecimentos Prisionais;
  • ações pontuais de sensibilização ao livro e à leitura; 
  • ações continuadas de contacto com textos e com os seus autores; 
  • concursos de leitura e escrita.  

Neste contexto, o apoio das Bibliotecas Públicas dos concelhos onde existem estabelecimento prisionais tem vindo a revelar-se cada vez mais importante na execução deste programa. Leitura sem Fronteiras integra os objetivos do Plano Nacional de Leitura. 


Ações desenvolvidas nos estabelecimentos prisionais
 

 


A palavra cativa
(espectáculo de sensibilização à leitura)
Manuel da Fonseca (espectáculo de sensibilização à leitura)
Adversus (espectáculo/ateliê de sensibilização à leitura)

Agente:

Andante Associação Artística


Cartas: uma janela para os sonhos
(ação de incentivo à leitura e à escrita)

Agente: Sandra Barbosa



Encontros de literatura
– Ver Literatura (ação de incentivo à leitura)

Agente: Fernanda Luísa Pinto



Biblioterapia
(ação de promoção da leitura e escrita)

Agente:  Maria Sara Monteiro



A cor das histórias
(ação de sensibilização para a leitura e escrita)

Agente:  Miguel Horta


 

 

Ações desenvolvidas em 2014:

Andante Associação Artística: Estabelecimento Prisional de Odemira, Beja, Faro, Pinheiro da Cruz, Elvas

Sandra Barbosa: Estabelecimento Prisional de Leiria (Jovens)

Fernanda Luísa Pinto : Estabelecimento Prisional de Alcoentre

Sara Monteiro: Estabelecimento Prisional de Silves

Miguel Hora: Estabelecimento Prisional do Linhó