Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
quarta-feira, 21-02-2018
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksDiasMundiaisdoLivro2002a2009

Dias Mundiais do Livro 2002-2010

Dias Mundiais do Livro 2002-2010
DIA MUNDIAL DO LIVRO 2010


A DGLB articulou este dia (23 de Abril) com o Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social através da campanha Um livro faz-me mais rico, em colaboração com as Bibliotecas Municipais (BM).

A  DGLB articulou esta data com o Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social e esteve presente na Biblioteca da Associação Cultural Moinho da Juventude no Alto da Cova da Moura.

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2009 

À DGLB associaram-se a APEL e os Institutos de Língua sediados em Portugal (Institut Franco-Portugais, Goethe Institut, Instituto Cervantes e Istituto Italiano di Cultura). A ilustração do cartaz é de Pierre Pratt, nascido em 1962 em Montreal e residente em Lisboa.

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2008

"Livros de Muitas Cores" é o tema do cartaz do Dia Mundial do Livro. Com fotografia de Luísa Ferreira e design gráfico da Lupa Design, pretende mais uma vez a DGLB a atenção para o multiculturalismo.
Várias Bibliotecas Municipais comemoram este dia com actividades ligadas ao Ano Europeu do Diálogo Intercultural.

 

Livros de muitas cores

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2007 

Para assinalar a data, o IPLB desafiou os meios de comunicação social, as autarquias, os livreiros e outras instituições culturais a associarem-se à iniciativa. As autarquias e os pontos de venda de livros receberam do IPLB, gratuitamente e em suporte digital, as artes-finais para impressão e difusão da iniciativa.

Dia mundial do livro

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2006

O "Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor" , comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril, é também o dia de São Jorge.

Esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge (Saint Jordi) e recebem em troca, um LIVRO. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, desaparecidos nesta data em 1616.

Partilhar livros e flores, nesta primavera, é prolongar uma longa cadeia de alegria e cultura, de saber e paixão.  

Cartaz Primavera dos Livros - Dia Mundial do Livro 2006 

 

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2005

Em 2005, ano em que se comemora o bicentenário da morte de Manuel Maria de Barbosa du Bocage, a Câmara Municipal de Setúbal/ Biblioteca Municipal de Setúbal, com o apoio do IPLB, assinalou o Dia Mundial do Livro com um conjunto de actividades tendo como fio condutor a vida e obra deste escritor.

 

 Dia Mundial do Livro 2005

 

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2004

Para celebrar o Dia Mundial do Livro, o IPLB promoveu uma acção a que chamou «Leitura em Movimento». Para o efeito foram produzidos cinco livros com contos de escritores portugueses. Cinco cores para cinco autores: Alice Vieira, José Luís Peixoto, Luísa Costa Gomes, Rui Zink e Vasco Graça Moura.

 

Leitura em Movimento - Dia Mundial do Livro 2004

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2003

A viagem, tema escolhido pelo IPLB para celebrar o o Dia Mundial do Livro, foi o eixo catalizador das iniciativas que se realizaram nas bibliotecas da Rede Nacional de Leitura Pública, em 2003. 

O tema chama a atenção para a viagem que um livro pode ser - basta para isso que cada leitor se disponha a largar amarras e parta para o encontro com novos lugares, novas emoções, novas ideias.

Para assinalar o dia, o IPLB editou uma selecção bibliográfica alusiva à viagem, da autoria da jornalista Paula Moura Pinheiro, com o título «...novo céu e novas estrelas...Viajar nos Livros». A partir daqui, pode começar a sua viagem...

 

Leitura em Movimento - Dia Mundial do Livro 2003

DIA MUNDIAL DO LIVRO 2002

Para festejar o Dia Mundial do Livro em 2002, o IPLB elegeu o CONTO. Propondo, sob o lema «Contos Contigo», que se celebrasse o prazer e a importância da leitura. Partiu-se de uma selecção de quatro contos e uma novela de autores de Língua Portuguesa — Eça de Queirós, Machado de Assis, Miguel Torga, Clarice Lispector e Branquinho da Fonseca, todos presentes numa brochura, Biblioteca mínima do conto e da novela, que a escritora Luísa Costa Gomes seleccionou.

Imaginou-se então a possibilidade e os resultados da sua transcrição para banda desenhada. Por isso, com a assessoria de João Paulo Cotrim, aliciaram-se cinco banda-desenhistas, de várias escolas e tendências: Miguel Rocha, João Fazenda, José Carlos Fernandes, Ana Cortesão e José Manuel Saraiva.

Leitura em Movimento - Dia Mundial do Livro 2003