Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
domingo, 21-01-2018
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksPremioAlma2017

Prémio ALMA 2018

Prémio ALMA 2018
Data :
13/10/2017

A Associação Andante, o ilustrador André Letria e a escritora Maria Teresa Maia González são os candidatos portugueses ao Astrid Lindgren Memorial Award 2017. O vencedor será conhecido durante a Feira do Livro Infantil de Bolonha 2018.


As candidaturas aceites para o Prémio ALMA 2018 acabam de ser anunciadas na Feira do Livro de Frankfurt: a Andante, candidata pela primeira vez este ano, consta entre os nomeados internacionais.

Também o ilustrador André Letria e a escritora Maria Teresa Maia González estão nomeados, pela segunda vez e terceira vez consecutivas respetivamente, conforme previsto no Regulamento do Prémio. 

O Prémio ALMA – Astrid Lindgren Memorial Award é gerido pelo Swedish Arts Council e é o maior prémio internacional no espírito do fomento da literatura e da leitura para crianças e jovens.

Criado em homenagem à escritora sueca Astrid Lindgren, o prémio valoriza os princípios que estiveram subjacentes à sua obra e à sua vida: a salvaguarda dos valores democráticos, da paz, e ao mesmo tempo um profundo humanismo.

O prémio distingue toda a obra de um escritor, ilustrador, contador de histórias, promotor da leitura ou entidades com atividade no âmbito de uma promoção da leitura inclusiva.

A DGLAB é o organismo português que nomeia os candidatos para este prémio.

Luísa Dacosta, Alice Vieira, as Palavras Andarilhas da Biblioteca de Beja, a Bibliomóvel de Proença-a-Nova, o projeto Planeta Tangerina, António Torrado, António Mota, o projeto «Poka Pokani» de Margarida Botelho, Maria Teresa Maia González, André Letria foram os candidatos portugueses até agora.

 

ASSOCIAÇÃO ANDANTE

No ano em que Portugal, através da DGLAB, apresenta a sua décima primeira nomeação ao ALMA, foi escolhido novamente um projeto de promoção da leitura.

A Andante é um projeto teatral com o objetivo de promover a leitura. Os textos que usa, poemas principalmente, são representados e não declamados. Cristina Paiva, a atriz que dá corpo aos textos, representa personagens poéticas, num cenário, acompanhada sempre por um grande trabalho de sonoplastia, desenvolvido por Fernando Ladeira.

A Andante colabora com a DGLAB desde o ano 2000, tendo sempre integrado o Programa de Ações de Promoção da Leitura.
Foi desde o início um dos pilares do projeto, já que apresentou, ao longo dos anos, vários espetáculos e ateliers dirigidos a diferentes públicos e grupos etários.

Aposta em públicos de todas as idades, mantendo nas suas criações uma coerência de objetivos e uma capacidade de sedução que contribui para a criação de leitores e para o aumento dos índices de literacia sobretudo junto de crianças, a população-alvo do Prémio ALMA.

 2013-caracol-pombal-2.jpg

Prémio Alma - Pressupostos