Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
quarta-feira, 21-02-2018
PT | EN
República Portuguesa-Cultura Homepage DGLAB

Skip Navigation LinksLivrosparaosmaisnovos

Livros para os mais novos

Livros para os mais novos
                  

Nesta viragem do século, a edição de livros para crianças e jovens conheceu um crescimento exponencial, encontando-se em segundo lugar no conjunto da edição de livros em Portugal e no estrangeiro. Neste sentido, os livros para os mais novos, crianças e adolescentes constituem um segmento do mercado a que a indústria do livro presta cada vez mais atenção. A crítica a este tipo de livros reúne também um manancial de opiniões de entre as quais destacamos, a título de exemplo, as do reconhecido especialista inglês Peter Hunt.

Nesta página coligimos:

Sítios de editoras, livrarias e blogues de crítica literária

Assim, exclusivamente dedicados a este público, destacamos no nosso país treze EDITORAS, algumas das quais mantêm blogues com informação mais dinâmica sobre os livros para crianças: a Bags of Books, a Bruaá (blogue), a Gatafunho, a Gato na Lua, a Kalandraka, a Lupa Design, a Minutos de Leitura (blogue), a OQO (distribuidora), a Planeta Tangerina e a Trinta por uma Linha (blogue.). No Porto, para além da Trampolim edições, a associação de promoção da leitura Tropelias & Companhia é simultaneamente editora e livraria. Já a Booksmile, ao pretender editar livros ilustrados de grande qualidade, dedica a maioria do seu catálogo aos livros para os mais novos. Quatro LIVRARIAS: Aqui há gato em Santarém, O bichinho de conto em Óbidos e Salta-folhinhas no Porto, para além da já mencionada Tropelias & Companhia.

Seis BLOGUES de divulgação e crítica de livros: A inocência recompensada do Núcleo de Estudos Literários e Artísticos (NELA) da Escola Superior de Educação do Porto,  O jardim assombrado de Carla Maia de Almeida, Letra pequena de Rita Pimenta, Livro infantil da Pós-graduação em Livro Infantil da Universidade católica de Lisboa, No bico da andorinha de Margarida Costa e Papel de lustro de Leonor Faustino.

 

Pela sua abrangência, diversidade e dinâmica própria, destacamos os seguintes Sítios estrangeiros sobre livros para os mais novos:

About.com: children books, criado em 1996 e comprado em 2005 pela New York Times Company, é considerado um dos melhores sítios americanos produtores de conteúdos originais online.

A Youth International Library de Munique, criada em 1949, pretende acolher e estudar virtualmente todo os livros do mundo destinados aos mais novos.

La joie par les livres do Centre National du Livre pour Enfants, presentemente integrado na Biblioteca Nacional de França.

A International Children Digital Library, uma iniciativa da ICDL Foundation, cujo objectivo é construir uma colecção de livros representativa dos melhores livros editados em todo o mundo. A Fundação pretende ver representadas todas as culturas e línguas do mundo, de modo a que cada criança possa apreciar a riqueza mundial da literatura para os mais novos.

O International Institute for Children’s Literature, em Osaka, que reúne 260 000 volumes e 190 000 exemplares de 4700 tipos de periódicos e que, desde 1984, se dedica à investigação e à promoção da literatura para os mais novos. 

A International Research Society for Children Literature (IRSCL), sedeada na Alemanha e fundada, em 1970, por sete especialistas originários da Áustria, da Checoslováquia, da Alemanha, da Espanha e da Suiça. O objectivo desta Sociedade é o de incentivar a pesquisa sobre a literatura para crianças e jovens, bem como sobre a leitura e áreas relacionadas, através da troca de informação profissional, da discussão de questões teóricas e da investigação em coooperação com especialistas, instituições e organizações afins.

O Children’s book online: the Rosetta project reúne a maior colecção digitalizada de livros antigos ilustrados para crianças, classificados por idades e níveis de leitura, alguns dos quais acompanhados da respectiva leitura audio. Trabalho de uma equipa de voluntários, apresenta textos traduzidos em diferentes línguas, entre as quais o português.

The children's literature web guide da University of Calgary do Canadá é sobretudo um índice de sítios comentados sobre virtualmente tudo o que na Internet se escreve sobre literatura para os mais novos.

Livros educativos, uma iniciativa de duas livrarias espanholas, Luces Infantil de Málaga e Oletum Junior de Valladolid, ambas membros do grupo de livrarias independientes Con Huella que reivindicam um papel activo de agentes orientadores da cultura.

A associação americana Parent’s Choice, que defende que «Aprender a ler é uma competência. Gostar de ler, uma forma de vida», de entre a informação que faculta aos pais sobre o ensino-aprendizagem fora da escola recomenda diversas leituras e atribui anualmente prémios a seis categorias de livros. Em Portugal, a Confederação Nacional das Associações de Pais começa também a dar visibilidade à promoção da leitura no nosso país.

De entre os inúmeros Sítios de tipo revista-magazine sobre livros para os mais novos, de natureza comercial, educativa ou artística, seleccionámos pela diversidade que representam os seguintes:

Bloc: revista internacional de arte y literatura infantil, revista espanhola, cujo conselho de redacção reúne escritores, bibliotecários, editores, ilustradores e críticos, dedica particular atenção ao álbum ilustrado, promovendo a análise e a reflexão sobre o papel da imagem e da palavra na construção de mundos imaginários. Divulga excertos da edição em papel no respectivo sítio.

Dobras de leitura, revista digital brasileira editada mensalmente desde 2003  Peter O´Sagae, editor de conteúdo, formado em comunicação e em letras, publica textos de especialistas sobre a relação entre leitor e livro, promove a pesquisa histórica sobre contos tradicionais, oferece sugestões sobre práticas de promoção da leitura literária e divulga lançamentos de literatura infantil e juvenil no Brasil.

Imaginaria, revista online argentina sobre literatura infantil e juvenil. De periodicidade quinzenal é dirigida a docentes, pais, bibliotecários, escritores, ilustradores, especialistas, e a todos que se relacionem com crianças e leitura. Sedeada em  Buenos Aires e em publicação desde 1999, recebeu já diversos prémios, entre os quais o Prémio Platero 2006 de la OEPLI (Organización Española para el Libro Infantil) e do Consejo General del Libro Infantil y Juvenil de Espanha

A Revista Babar.com sobre literatura infantil e juvenil, em publicação desde 1989, foi-se progressivamente profissionalizando. Online desde 2000, é considerado o melhor portal espanhol especializado e apresenta uma significativa difusão internacional.

Em Portugal, a revista Letrinha dirige-se directamente ao público infantil. Da responsabilidade de Ana Lacerda Ramalhete conta com uma equipa de 7 colaboradores.

Mais informação nos tópicos Promoção da leitura do sítio LIVRO da DGLAB.